quinta-feira, 28 de abril de 2011

Tofu com Milho (recheio rápido)

Share
Pão com Tofu e Milho: dica pra uma refeição rápida, leve e nutritiva



Ingredientes:
Tofu (200-300 g)
1 lata de Milho 
Cebolinha fatiada
Orégano
Azeite Extra Virgem
Sal Marinho
Limão (gotas)
Pão Sírio, Preto, de Centeio...


Com um garfo desfaça o Tofu;
misture com a Cebolinha, Orégano, Azeite, Sal, e o Limão (pingando gotas);
e por último junte o Milho


Dica: usar como recheio rápido pro Pão Sírio, Pão Preto, de Centeio ou Panquecas Integrais.

The Meatrix

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Camponeses indianos aprenderão agricultura orgânica em Cuba

Share |






Nova Deli, 26 abr (Prensa Latina) Um primeiro grupo de camponeses do estado indiano de Karnataka viajarão a Cuba em dezembro para aprender com as experiências da ilha na agricultura orgânica, confirmaram hoje fontes oficiais.

  A.S. Anand, chefe da Missão de Cultivos Orgânicos desse território do sul da Índia, declarou hoje ao diário The Hindu que os 800 casais que participarão do programa de 15 dias já foram selecionados e apenas se espera pela aprovação do gabinete estadual para gerenciar a viagem.

De acordo com o servidor público, para escolher os 1.600 candidatos levou-se em conta que fossem pequenos agricultores, dedicados a produzir alimentos e não cultivos comerciais.

Acrescentou que as autoridades cubanas lhes aconselharam que a melhor estação para aprender sobre agricultura orgânica em seu país abarca de dezembro a junho, por isso esperam enviar o primeiro dos quatro grupos em que serão divididos os camponeses no último mês do ano em curso.

Segundo Anand, o fato de que a agricultura orgânica é praticada em quase 60 por cento das terras cultiváveis de Cuba foi a razão principal que levou a Missão a escolher a ilha caribenha como referência.

Apontou que essa forma de cultivar a terra não só se pratica nos campos cubanos, como também nas zonas urbanas, pelo que a maioria de seus habitantes são ao mesmo tempo consumidores e produtores.

Um dos interesses principais é que os camponeses indianos estudem o cultivo orgânico da cana de açúcar que se pratica em Cuba, onde existem cooperativas integradas por 300 e 400 agricultores.

Estamos considerando pôr em prática esse exemplo em Karnataka e para isso ajudaremos os agricultores a viajarem a Cuba para formar pequenas cooperativas canavieiras similares, afirmou Anand.

ocs/nm/es

terça-feira, 26 de abril de 2011

Vegetarianismo não prejudica saúde

Share |
De acordo com especialistas, mesmo grávidas e crianças podem adotar o vegetarianimo



Especialistas garantem que tirar produtos de origem animal das refeições não oferece danos se houver reposição de nutrientes




O grupo dos adeptos do vegetarianismo vem crescendo nos últimos anos a ponto de virar tema de estudo de especialistas. Em uma das mais recentes obras sobre o assunto, "Vegetarianismo e Ciência" (Editora Alaúde, 252 páginas, R$ 39), o cardiologista e nutrólogo Julio César Acosta Navarro, com 20 anos de sua carreira dedicados a descobrir os efeitos da dieta livre de produtos de origem animal no organismo, garante que abolir a carne das refeições não oferece qualquer prejuízo à saúde. Para Navarro, o ser humano não nasceu para ser carnívoro. Leia mais aqui...

Biscoito de Amaranto

Share |


Conhecido feijão dos Andes, o amaranto também reduz os níveis do colesterol total do sangue. E a farinha pode ser usada em inúmeras receitas sem comprometer o sabor.

Biscoito de amaranto é receita para perder peso

Ingredientes

1 xícara de amaranto em grãos
1 xícara de farinha de amaranto
2 xícaras de amido de milho
3/4 de xícara de água ou leite
2 ovos
1/2 xícara de manteiga
1/2 xícara de açúcar
1 colher (sobremesa) de fermento químico
1 colher (sobremesa) de sal

Preparo

Deixe o amaranto em grãos de molho por uma noite. Moa no liquidificador, com água, e adicione os ovos, o sal e o açúcar. Despeje em uma tigela, bata com a manteiga, o amido e a farinha de amaranto. Adicione o fermento por último. Unte as bandejas e despeje em pequenas quantidades. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C. Retire quando começar a dourar (20 a 30 minutos).


Doces de amaranto ou huautlí: um "dom dos deuses"

Share |


O cultivo da planta de origem hispânica chamada huautlí ou amaranto é o sustento de centenas de famílias ao sul da capital mexicana. Por meio de um tradicional processo transformam a semente em doces típicos conhecidos como "alegrias". 

Energia solar: Cara? Não é bem assim

Share |


O consultor Carlos Café, do Studio Equinócio, mostra o grande potencial para a energia solar térmica e fotovoltaica no país. Segundo ele, falta vontade política para fazer esta alternativa de geração ganhar o mercado. Veja mais sobre energia solar...

Microgeradores eólicos: Em versão mini, turbina eólica começa a ganhar mercado [dw-world.de]

Share |
Microgerador instalado no telhado de uma residência
Microgeradores eólicos já são populares na China e, aos poucos, chegam também a países ocidentais. Bem menores do que aerogeradores gigantes, essas turbinas podem ser instaladas em casas, escolas e também na indústria.


O benefício do uso de turbinas menores é a facilidade de implementá-las em maior número de lugares. Em certas situações, a chamada microgeração eólica é a forma mais barata de se ter acesso à energia. Pequenas turbinas de aproximadamente 10 a 100 kW podem ser acopladas a casas, escolas, instalações industriais e até barcos.



Com o avanço das energias renováveis, grandes parques eólicos começam a surgir em diferentes pontos do mundo. E o desenvolvimento dessa tecnologia tem avançado consideravelmente.
Parque eólico offshore: grande esforço de engenharia

MPF e MP/PA recomendam respeito aos direitos dos agricultores e ribeirinhos na região de Belo Monte - 25/04/2011

Share |


Recomendação foi enviada à Norte Energia e à E-labore, acusadas de pressionar e coagir as famílias a assinarem documentos permitindo o ingresso de técnicos em suas terras


O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado do Pará enviaram recomendação à Norte Energia e à E-labore para que respeitem o direito constitucional à inviolabilidade do domicílio de agricultores e ribeirinhos da região de Belo Monte. As famílias vêm denunciando repetidas vezes que sofrem pressão e coação por parte de funcionários dessas empresas para assinar documentos autorizando a entrada de técnicos em suas terras.

A Norte Energia é o consórcio responsável pelas obras da usina hidrelétrica de Belo Monte e a E-labore é a empresa contratada para fazer relações públicas preparar os levantamentos topográficos e de benfeitorias nas terras que serão alagadas pela obra. As empresas têm dez dias para cumprir a recomendação.

O MP pede que seja observado o direito previsto no artigo 5º a Constituição brasileira, que estabelece que “a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial”.

As duas instituições estão atuando conjuntamente para que haja respeito a esse direito. Promotores de Justiça e procuradores da República que atuam em Altamira estão de sobreaviso para receber denúncias das famílias da região.

Uma recomendação é uma espécie de notificação. Caso descumprida, os signatários do documento - procuradores da República Cláudio Terre do Amaral e Felício Pontes Jr e promotores de Justiça Ely Soraya Silva Cezar e Gerson Daniel Silva da Silveira - podem levar a questão à Justiça para garantir o direito das famílias e para responsabilizar os agentes envolvidos em violações.


Assessoria de Comunicação
Ministério Público Federal no Pará
Fones: (91) 3299-0148 / 3299-0177
E-mail: ascom@prpa.mpf.gov.br
Twitter: http://twitter.com/MPF_PA

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Composteira doméstica "Morada da Floresta"

Consumo do Leite de Vaca: Mitos e Realidades [Denise Madi Carreiro CRN 2729]

Share |






Atualmente, um dos produtos mais presente no hábito alimentar do ocidental é o leite e seus derivados. A aceitação do leite como alimento completo existe desde a nossa primeira refeição. Entretanto para podermos observar os efeitos do leite de vaca no nosso organismo devemos dissociar a ação do leite materno e do leite “não materno”, sendo esse o maior limitante para uma análise racional.  

O leite materno é o alimento mais perfeito que existe no mundo. Sua composição é específica e sutilmente modificada de acordo com a necessidade do lactente.

Em todos os mamíferos, os nutrientes e, em especial, as proteínas do leite produzido são para estimular, nesta espécie, o melhor crescimento e desenvolvimento orgânico e funcional.

Quanto mais evoluímos e a tecnologia nos oferece mais conhecimentos específicos sobre a composição e as funções do leite materno, mais esforço é despendido em relação ao aleitamento materno pelo maior tempo possível, onde já foram comprovados os inúmeros benefícios que isto trará para o resto da vida do bebê.

O leite materno é um líquido rico em gordura, proteína, carboidratos, minerais, vitaminas, enzimas e imunoglobulinas que protegem contra várias doenças. O leite materno é composto por 87% de água, sendo que os 13% restantes são uma poderosa combinação de elementos, fundamentais para o crescimento e desenvolvimento da criança, além de prepará-la adequadamente para aceitar e utilizar os alimentos que serão introduzidos gradualmente, a partir de um mecanismo imunológico perfeito, desenvolvido a partir das substâncias presentes no leite materno. O leite humano é rico em leucócitos e anticorpos que protegem o bebê contra infecções e alergias, possue fatores de crescimento que aceleram a maturação intestinal, também previnindo alergias e intolerâncias. É rico em vitamina A que previne e/ou reduz a gravidade de algumas infecções e previne doenças oculares causadas por sua deficiência. Além disto, um estudo na Suécia sobre a ação da caseína dos leites humano e de vaca, demonstrou que a caseína presente no leite humano é um dos componentes que ajuda a proteger as crianças contra infecções gastrintestinais, impedindo a adesão de más bactérias como a H. Pylori às células da mucosa intestinal humana, enquanto o mesmo não ocorreu com a caseína do leite de vaca.


Frases de Vegês: McCartney, Pitágoras, Einstein e Leonardo da Vinci


Share 


Vegetarianos: Richard Gere...

Sobrediagnóstico e superprevenção: o erro do exagero [H. Gilbert Welch - Folha de São Paulo]

Share |



 Evitando sobrediagnósticos: "é preciso ter um ceticismo saudável sobre isso" (H. Gilbert Welch).

Doenças devem ser detectadas o quanto antes, para que haja sucesso no tratamento, certo?


Não, segundo o médico americano H. Gilbert Welch


O especialista em clínica médica é autor de "Overdiagnosed", recém-lançado nos Estados Unidos.

























Entrevista com H. Gilbert Welch:

Como exames preventivos podem fazer mal?
A prevenção tem dois lados. Um é a promoção da saúde. É o que sua avó dizia: "Vá brincar lá fora, coma frutas, não fume". Mas a prevenção entrou no modelo médico, virou procurar coisas erradas em gente saudável, virou detecção precoce de doenças. Isso faz mal. Não estou dizendo que as pessoas nunca devem ir ao médico quando estão bem. Mas a detecção precoce também pode causar danos.


De que maneira isso ocorre?
Quando procuramos muito algo de errado, vamos acabar achando, porque quase todos temos algo errado. Os médicos não sabem quais anormalidades vão ter consequências sérias, então tratam todas. E todo tratamento tem efeitos colaterais.

Há um conjunto de males que podem decorrer de um diagnóstico: ansiedade por ouvir que há algo errado, chateação de ter que ir de novo ao médico, fazer mais exames, lidar com convênio, efeitos colaterais de remédios, complicações cirúrgicas e até a morte.


Para quem está doente, esses problemas não são nada perto dos benefícios do tratamento. Mas é muito difícil para um médico fazer uma pessoa sadia se sentir melhor. No entanto, não é difícil fazê-la se sentir pior.



Os médicos dizem que a detecção precoce é essencial no caso do câncer. Mas você diz que é perigoso. Não se deve tratar qualquer tumor inicial?
Não. Se formos tratar todos os cânceres quando estão começando, vamos tratar todo o mundo. Todos nós, conforme envelhecemos, abrigamos formas iniciais de câncer. Se investigarmos exaustivamente vamos achar câncer de tireoide, mama e próstata em quase todos. A resposta não pode ser tratar todos e nem tratar todo mundo. Ninguém mais ia ter tireoide, mamas ou próstata. Câncer de próstata é o símbolo dessa questão.





Por quê?
Há 20 anos, um teste de sangue foi introduzido para detectar câncer de próstata. Vinte anos depois, 1 milhão de americanos foram tratados por causa de um tumor que nunca chegaria a incomodá-los. Esse teste é o PSA [antígeno prostático específico]. Muitos homens têm números anormais de PSA. Eles fazem biópsias e muitos têm cânceres microscópicos e fazem tratamento, o que não é mero detalhe. Pode ser retirada da próstata ou radioterapia. Isso leva, em um terço dos homens, a problemas sexuais, urinários ou intestinais. Alguns até morrem na operação. Não podemos continuar supondo que buscar a saúde é procurar doenças.

Qual é o impacto desses testes de próstata na população?
Um estudo europeu mostrou que é necessário fazer exames preventivos de PSA em mil homens entre os 50 e 70 anos, por dez anos, para evitar a morte por câncer de uma pessoa. É bom ajudar uma pessoa. Mas precisamos prestar atenção às outras 999. Por causa desses exames, de 30 a 100 homens são tratados sem necessidade.
As pessoas precisam refletir. Cada mulher pode decidir se quer fazer mamografia todo ano. Mas temo que estejamos coagindo, assustando e incutindo culpa nelas, para que façam mamografias.

Mas a detecção precoce não é o fator que mais reduz a mortalidade de câncer de mama?
Na verdade, não. Os esforços mais relevantes no câncer de mama vêm de tratamentos melhores, como quimioterapia e hormônios. Os avanços no tratamento nos últimos 20 anos reduziram a mortalidade em 50%.
O problema é se adiantar aos sintomas. Não há dúvida de que uma mulher que percebe um caroço deva fazer uma mamografia. Isso não é teste preventivo, é exame diagnóstico. Claro que os médicos preferem ver uma mulher com um pequeno nódulo no seio do que esperar até que ela desenvolva uma grande massa. A questão não é entre atendimento cedo ou tarde, mas entre buscar atendimento logo que você fica doente e procurar doenças em quem não tem nada.

Critérios usados em exames como de pressão e diabetes estão mais rígidos. Estão deixando todo mundo 'doente'?
Sim. Somos muito tirânicos sobre saúde. O que é saúde? Se formos medicalizar a definição de saúde, seria: "Não conseguimos achar nada errado". A pressão está abaixo de 12 por 8, o colesterol está abaixo de tal valor, fizemos uma tomografia e não há nada de errado. Se essa virar a definição de saúde, pouquíssimas pessoas serão saudáveis. É certo tachar a maioria como doente? Saúde é muito mais do que a ausência de anormalidades físicas.

Por que essa conduta está se tornando dominante?
Os médicos recebem mais para fazer mais, o que ajuda a alimentar o círculo vicioso da detecção precoce. É um bom jeito de recrutar mais pacientes, de vender mais remédios ou exames. Nos EUA, há os problemas de ordem legal. Os advogados processam os médicos por falta de diagnóstico, mas não há punições para sobrediagnóstico.
E tem quem creia realmente na detecção precoce. Nunca se diz que há perigo nisso. Pacientes diagnosticados com câncer de próstata e mama por detecção precoce têm muito mais risco de serem sobrediagnosticados do que ajudados pelo teste. Quando você ouve histórias de sobreviventes de câncer, na maioria das vezes o paciente acha que sua vida foi salva porque ele fez um exame preventivo.

E isso não é verdade?
Ele tem mais chance de ter sido tratado sem necessidade. Histórias de sobreviventes geram mais entusiasmo por testes e levam mais pessoas a procurar doenças, gerando sobrediagnóstico.

O que fazer para evitar isso?
Um paciente nunca vai saber se recebeu um sobrediagnóstico. Nem o médico sabe. Não é preciso decidir para sempre se você vai ou não fazer exames. Mas todos os dias novos testes são criados. É preciso ter um ceticismo saudável sobre isso.



terça-feira, 19 de abril de 2011

A Receita da Babosa (“Aloe Vera”) por Frei Zago

Share |




INGREDIENTES:

           _Meio quilo de mel de abelha (mel puro, sem mistura),
           _40 a 50 ml (um “martelinho”, isto é, umas seis colheres de bebida destilada ou: cachaça de alambique, conhaque, uísque etc...) e,
           _Folhas de babosa (“Aloe Vera”) que, postas em fila indiana (duas a cinco folhas conforme o tamanho), alcancem, aproximadamente um metro. Leia mais aqui...

Sem cabelos brancos [Por Claudia Altschüller • 19/02/2001]



Cabelos brancos são inevitáveis? Apenas para quem não conhece as dicas que levantamos para combater esses vilões da beleza feminina.


Um fio de cabelo branco incomoda muita gente. Imagine dezenas deles, incomodam muito mais. Não há vaidade que resista. Muitas de nós correm para o cabeleireiro para tingir e desafogar as mágoas. Outras preferem comprar os famosos "shampoos que colorem e tratam dos cabelos ao mesmo tempo" nas farmácias e lojas de departamentos e tentam resolver o problema em casa. Mas fica uma dúvida. Existe uma fórmula mágica para reverter esse embranquecimento de nossas madeixas? Segundo o antropólogo Pedro Luz, especialista em etnobotânica, existe e é bem acessível. O consumo diário de uma cápsula da erva unha-de-gato, facilmente encontrada em lojas de produtos naturais, faz com que os cabelos voltem à sua cor natural. Esse verdadeiro milagre foi descoberto por uma antropóloga americana de oitenta anos que tomou os comprimidos e acabou com a cabeleira branca. Mas, como nem tudo é perfeito, há um pequeno inconveniente: a interrupção do consumo faz com que os brancos voltem.

Além do efeito cosmético, a planta, cujo nome científico é Uncaria tomentosa, também é indicada no tratamento de artrite, bursite, alergias, diabetes, lúpus, síndrome de fadiga crônica, câncer, herpes, depressão, menstruação irregular e desordens de estômago e intestino. "A unha de gato fortalece o sistema imunológico do organismo e previne a deterioração orgânica que leva a velhice prematura", afirma a farmacêutica Latife Baraka, do laboratório Amazon Ervas. O vidro do produto é comercializado por diversos laboratórios e o preço é a partir de R$ 6,50. Outras ervas também prometem resultados. A escritora Rosy Bornhausen, em seu livro "Ervas do Sítio", aconselha usar o chá de sálvia bem forte como rinse. Rose garante que, lentamente, os cabelos voltarão à cor normal. Nenzinha Machado Salles, autora do guia "Sebastiana Quebra Galho", propõe enxaguar a cabeça com chá bem forte feito com folhas de nogueira. Segundo Nenzinha, a fórmula pode até aloirar.

O editor do Jornal Oxigênio, Ricardo Massena, ensina outra receita. A dele leva chá concentrado e coado de sálvia e alecrim e shampoo neutro na proporção de metade/metade. "O alecrim escurece enquanto a sálvia é um ótimo antisséptico. Os cabelos ficam também super cheirosos", garante.

Todo mundo diz que arrancar um fio de cabelo branco faz nascer dois. A dermatologista Paula Dadalti, porém, desmente. "Isso é uma lenda". Sorte da banqueteira Mônica Vaz, 32 anos, que arranca cinco ou seis fios há sete anos e não pensa ainda em recorrer às tinturas e tonalizantes. A dermatologista ensina também que, nos casos específicos de aparecimento de cabelos brancos causados pela doença vitiligo, a ingestão da planta serralha é super eficaz no combate aos cabelos brancos.

A botânica Vera Fróes, no livro “Alquimia VegetalComo fazer sua farmácia caseira”, da editora Record, vai mais longe e ensina um tratamento "de dentro para fora e de fora para dentro". Isso é, shampoo de sálvia na cabeça e chá da planta pra dentro.

O shampoo pode ser adquirido no laboratório de manipulação que a botânica possuí em Teresópolis (tel: 021 742-6077) ou ser fabricado em casa.

Anote a receita: misture 70% de lauril (base neutra encontrada em qualquer farmácia de manipulação), 10% de mel, 20% de extrato bem forte de sálvia, 4 gotas de óleo de copaíba (que também combate queda de cabelos), 4 gotas de própolis (conservante natural do shampoo) e 3 gotas de óleo essencial de sálvia (encontrado em lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação). O produto tem duração de um ano. "A única diferença para os shampoos industrializados é que ele é menos viscoso porque não contém sal na fórmula". O chá deve ser tomado três vezes por dia. "Recomendo tomar o chá durante
7 dias e descansar 14 dias. Se tomar 14, descansar 28", ensina a botânica. Vera também lembra que falta de vitamina A pode gerar fios brancos.

Além das ervas medicinais, massagem capilar pode ser outra aliada nessa guerra aos brancos. A terapeuta capilar Rosa Zaina, que atende no Salão Angellis, faz uma que também é indicada para calvície, seborréia e cabelos danificados por excesso de produtos químicos. "O tratamento estimula a corrente sangüínea e, conseqüentemente, produz um percentual maior de melanina. Uso produtos naturais da Vitaderme", diz. Para as adeptas de shampoos e cosméticos importados, uma novidade: a Shiseido, famosa empresa de cosmético japonês, está lançando o Sérum Noir, um shampoo e condicionador que contêm o avanço dos cabelos brancos. O produto não é um colorante, ele trata os fios e os mantêm escuros. Uma pena que as mais badaladas lojas de cosméticos do Brasil, porém, ainda não têm o produto em suas prateleiras. "Ainda não está nos nossos planos comercializar o Sérum Noir no Brasil", diz Cibelle Araújo, da Shiseido do Brasil.

Remédios, chás e simpatias receitados, resta saber por que os cabelos embranquecem? Para o médico geneticista Gerson Carakushansky, professor titular da Faculdade de Medicina da UFRJ, "o cabelo branco é uma das características do envelhecimento geral que acompanha o envelhecimento das células. O cabelo vai perdendo a pigmentação. Já o embranquecimento precoce é uma característica de tendência familiar e não necessariamente doença genética. Há também casos relatados de aparecimento acelerado de cabelos brancos por fator estressante. Este é um caso de fatores ambientais influenciando na pigmentação de cabelo". Mais cético, o médico acha que não há como reverter os fios brancos, "só pintando", diz.

Bem, pintar pode ser até uma solução imediata. Mas existem as alergias ao produto e a escravidão de ter que ir sempre aos salões. Pintar requer disciplina, pois nada mais irritante que raízes brancas. As receitinhas acima descritas não têm contra-indicações e são fáceis de seguir. Não custa nada tentar e torcer para que os temíveis fios diminuam de forma natural.


Por Claudia Altschüller


A História dos Cosméticos - O futuro no Presente!!!


Frutas - a comida que é o melhor remédio [Dr. Márcio Bontempo]


Abacate
Como alimento é uma fruta nutritiva, digestiva, antiinflamatória, rica em vitaminas, minerais e aminoácidos; aplicada no reumatismo, gota, afecções renais e hepáticas, obstipação intestinal. Combate os males produzidos pelo comer carne, perturbações digestivas, prisão de ventre, flatulências, abscessos estomacais, reumatismo, gota, afecções dos rins, do fígado, da pele, etc. É uma das frutas mais nutritivas que existem; tem quatro vezes mais valor nutritivo que os outros frutos, exceto a banana. Nele se encontram quase todas as vitaminas, inclusive a vitamina C, uma das mais importantes. Por conter pouco açúcar e quase nenhum amido, o abacate é muito recomendável aos diabéticos. Seu abundante conteúdo em substâncias gordurosas, ao contrário do que sucede com as gorduras animais, não é prejudicial, pois é rico em gorduras insaturadas.


Acerola (Malpighia glabra)
É considerada a fruta com maior teor de vitamina C. Para cada 100g de polpa existem de 2000 mg a 5000 mg de vitamina C, quantidade esta cem vezes maior do que a contida no limão. Como alimento é vitaminizante, antianêmica, adstringente, aperiente, cicatrizante, antiinflamatória e mineralizante.

Ameixa (Prunus domestica)
Graças ao seu conteúdo em magnésio, sódio e potássio, a ameixa é laxativa, recomendando-se contra prisão de ventre. Pela sua elevada taxa de fósforo é muito utilizada nos casos de fraqueza geral, especialmente, quando há debilidade cerebral. A ameixa fresca é um agente terapêutico contra as enfermidades causadas pelos ácidos, principalmente pelo ácido úrico, tais como o reumatismo, a artrite, a gota, a arteriosclerose, a nefrite, etc., ácidos esses originados de uma alimentação à base de muita proteína.

Amêndoa (Prunus amygdalus)
O fruto comido regularmente e bem mastigado é muito benéfico contra a acidez ou úlcera gástrica; para estes casos pode ser também associado a um pouco de mel, suco de couve, de agrião ou de algumas outras hortaliças. O leite de amêndoas é um valioso alimento nos casos de anemia, contra as afecções das vias respiratórias e contra o diabetes. A amêndoa é um bom tônico do sistema nervoso. A amêndoa é muito nutritiva, sendo riquíssima em gorduras insaturadas e lipoproteínas. Suas proteínas, de alto valor biológico, são um substituto da carne.

Avelã
Fruto da aveleira, árvore da família das Betuláceas. Uma pequena castanha usada como alimento no mundo inteiro. É muito oleosa e rica em vitaminas B1, B2, e C.

Azeitona
A azeitona é um alimento excelente para os órgãos internos. Convém aos tuberculosos e aos que sofrem de outras doenças pulmonares, principalmente a asma. As pretas parecem possuir efeito medicinal superior às verdes. A azeitona verde é adstringente e a preta é laxativa.

Banana
Existem no mundo mais de 30 variedades de bananas. Representa um alimento importante para muitas comunidades e povos, graças aos seus componentes nutritivos, entre vitaminas, aminoácidos e sais minerais, como cálcio, potássio, sódio, fósforo, cloro, magnésio, enxofre, silício. A banana contém as vitaminas A, B1, B2, B5, (niacina) e C, além de algumas outras; a vitamina A se encontra na proporção de 200 a 300 U.I. por 100 g, nas diversas variedades; é também variado o teor em vitamina C, de um tipo de banana para outro. Assim, em 100 gramas, a d’água possui 6,4 mg; a maçã, 12,7 mg; a figo, 15,3 mg; a prata, 17,3 mg; a ouro, 9,4 mg.

Carambola (Averrhoa carambola)
Fruto da caramboleira, uma pequena árvore originária da Índia. É uma fruta muito rica em fósforo e ácido oxálico. O suco da fruta é um excelente febrífugo e na pressão alta.

Castanha (Castanea vulgaris)
A castanha é um alimento energético por excelência, indicado para os anêmicos, debilitados, tuberculosos e convalescentes, além de doentes do fígado e dos rins. Aumenta a secreção de leite nas lactantes.

Castanha-do-Pará (Bertholletia excelsa)
O seu teor de proteínas se equipara à das amêndoas, nozes avelãs. Contém a excelsina, uma proteína de alto valor biológico, reconhecida como quase completa. Assim como as amêndoas é possível preparar um leite muito nutritivo das castanhas-do-pará, de sabor e teor de vitaminas assemelha ao do leite de vaca. A farinha parcialmente desengordurada desta castanha tem a seguinte composição: água 7,6%; hidratos de carbono, 13,6%; proteínas, 33,5%; gorduras, 38,5%.

Coco
A água e o leite de coco, ricos em glícerofosfatos e lecitinas. Alimento indicado para evitar a arteriosclerose, e é excelente para promover o desenvolvimento do tórax, bem como para nervos, o cérebro e os pulmões (a chamada gordura de coco, geralmente saturada e "pesada", desaconselhável, não é derivada do coco-da-bahia, mas do coco babaçu). É também um alimento muito bom para os diabéticos. Para expulsar vermes intestinais de todos os tipos, toma-se cada manhã, em jejum, uma colherada de coco ralado, fresco. A água do coco é famosa pelas suas aplicações na úlcera do estômago, no enjôo de mar e na artrite.

Dendê (Elaeis guineensis)
Fonte do famoso azeite de dendê, utilizado largamente na culinária nordestina brasileira, é uma das mais ricas fontes de vitamina A e carotenóides. Utilizado nos alimentos é útil para combater a fraqueza dos olhos, as dores de cabeça, a prisão de ventre e as cólicas abdominais. Apesar da sua densidade e coloração vermelha carregada, é um óleo insaturado, recomendável no excesso de colesterol, triglicerídios e aterosclerose coronariana. O seu uso regular é tido como uma forma de prevenção do câncer, graças ao seu teor de elementos antioxidantes; as populações que consomem azeite de dendê são as que apresentam as menores incidências da doença.

Fruta-pão (Artocarpus incisa)
Alimento popular como fonte de calorias e vitaminas do complexo B. No nordeste brasileiro onde o trigo é caro e escasso, a fruta-pão é usada na refeição matinal, sendo um recurso abundante e barato.

Lima-da-Pérsia
Muito rica em vitamina C e em compostos que protegem as mucosas digestivas, além de determinarem efeitos diuréticos. É um desintoxicante muito útil como monodieta durante alguns dias. Pode-se tomar o suco em jejum ou comer as limas como laranjas.

Limão
Seus componentes principais são: Ácido cítrico, vitamina C, fósforo, magnésio, manganês e potássio.
O limão com seus ácidos, facilmente transformados em elementos alcalinizantes, e com suas bases, fermentos e vitaminas, contribui poderosamente para oxidar resíduos, principalmente os protéicos, responsáveis diretos pelo artritismo com todas as suas manifestações. Apesar de ser ácido o sumo do limão determina reação alcalina; ao terminar seu metabolismo, o limão torna-se alcalino, sendo por isso utilizado pela sua ação inibidora sobre a acidez gástrica.

Maçã
Usada como alimento regular, é um depurativo do sangue; devido ao seu conteúdo em ácido málico, elimina os detritos provenientes do metabolismo. Muito útil na gota e no reumatismo. Dado seu elevado conteúdo em vitaminas (A, B1, B2, C) e em sais, especialmente de potássio, fósforo, sódio, ferro, etc., é um alimento especial para crianças fracas, para as pessoas que exercem atividades mentais, para as mães que amamentam e para os convalescentes.

Mamão
Utilizado como alimento, a fruta madura é digestiva, diurética, emoliente, laxante, refrescante. O mamão possui um fermento solúvel, a papaína, um fac-símile da pepsina, por seu grande poder digestivo; por isso o mamão é receitado pelos médicos nas doenças do estômago e dos intestinos. O Dr. John Harvey Kellogg proclamou o mamão o mais poderoso digestivo que se conhece. O mamão comido em jejum, de manhã, é eficaz contra diabete, a bronquite e a icterícia. É também bom depurativo do sangue.

Melão
Fruta eficaz para todas as doenças ginecológicas e hormonais femininas. Bem indicado como tratamento a longo prazo das cólicas menstruais e na tensão pré-menstrual.

Noz
Por seu elevado conteúdo em fósforo, a noz é um tônico excelente para o celebro e para combater a debilidade nervosa.

Pinheiro
A fruta do pinheiro, chamada pinhão, ou ata, é um alimento de ação tônica, antianêmica, nutritiva e energética.

Pitanga
Planta de grande uso popular. A pitanga é rica em vitamina C e bioflavonóides; seu consumo regular combate o excesso de ácido úrico, o reumatismo e a artrite.

Romã (Punica granatum)
É uma fruta oxidante, mineralizante, refrescante, utilizada pela medicina desde os seus primórdios.

Tâmara (Phoenix dactylifera)
Como alimento é um tônico de primeira linha em caso de anemia, desnutrição, e na tuberculose. Tem efeito calmante sobre o sistema nervoso, combate a insônia, fortifica o estômago e os intestinos, combate as colites, as hemorragias e o escorbuto. A tâmara verde é lactígena, diurética, e útil no tratamento das hemorróidas. É um alimento energético, de grande importância nutricional.

Tangerina
Graças ao seu conteúdo em fósforo e cálcio, a tangerina favorece o desenvolvimento ósseo; devido à sua concentração de magnésio, tonifica as articulações e os músculos, beneficiando os intestinos e o sistema nervoso; devido à sua concentração em vitamina C, ela é recomendada contra as infecções, a neurite e o escorbuto.
Como alimento é muito útil contra a arteriosclerose, a debilidade da vista por causa de endurecimentos, a gota, o reumatismo, os cálculos, os tumores (adenomas, condromas, fibromas, gliomas, lipomas, miomas, neuromas, osteomas), os cistos recentes, endurecimentos cálcicos, cristalizações de ácido úrico.

Uva
Como alimento regular, a uva atua sobre o fígado, sobre o rim e sobre o intestino. Ela ativa os rins e aumenta a diurese; por suas substâncias pécticas e seus tartaratos, estimula os intestino. Diminui a formação de certos produtos, como o indol, o escatol e o fenol, presentes na carne animal. A uva tonifica, remineraliza e renova os tecidos. Para as crianças de peito, o suco de uva, fresco e puro, é uma espécie de leite vegetal, que pode ser ministrado aos lactentes na proporção de três colheradas diárias. Tem ação preventiva na arteriosclerose e no câncer.

Por Dr. Márcio Bontempo

Download arquivo em Word (clique aqui)...

Lâmpada de Garrafa PET [Globo Repórter]


segunda-feira, 18 de abril de 2011

Sucupira no tratamento do câncer de próstata [Repórter Eco - Tv Cultura]


Sementes de Sucupira, uma planta típica do Cerrado, podem ser usadas no tratamento do câncer de próstata [10/01/2010 Repórter Eco - Tv Cultura]

Entrevista com Mary Ann Folglio- pesquisadora da Unicamp:
"A Sucupira tem o uso popular. Um aluno nosso quis comprovar se o uso popular realmente funcionava. Foi aí que começamos a estudar a sucupira para inflamação e também encontramos vários relatos para dor." Leia mais...



Atividade antiinflamatoria do óleo de sucupira, por Carina Denny (UNICAMP)

Brasil deixa de aplicar e devolve doação destinada à proteção de florestas [16/04/2011]

Auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a pedido da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle mostrou que, por ter perdido o prazo de aplicação, o governo brasileiro teve de devolver cerca de 8,4 milhões de dólares (R$ 13,3 milhões) de um total de 352 milhões de dólares (R$ 557,9 milhões) doados ao Brasil para proteção de florestas tropicais. Leia mais...

Sementes da Sucupira: um potente analgésico, anti-inflamatório e anticancerígeno...



O uso popular do chá chamou a atenção dos pesquisadores. Estudos preliminares mostraram que a semente tem efeito analgésico e até anticâncer. Mas, os estudiosos ainda não podem aconselhar o uso e alertam a população sobre a venda sem regulamentação do extrato de sucupira.

Por Carolina Rodrigues


Juca de Oliveira - A Sucupira
Entrevista com Juca de Oliveira, Programa do Jô

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Comissão de Direitos Humanos do Senado visita Altamira para discutir Belo Monte - 15/04/2011 [Amazonia.org.br]


Integrantes da Comissão de Direitos Humanos do Senado vão visitar Altamira neste sábado, 16 de abril, para debater o projeto Belo Monte.


Também participarão da diligência movimentos sociais locais, como o Movimento Xingu Vivo para Sempre, e representantes das populações que poderão ser atingidas, como indígenas, quilombolas, agricultores familiares, ribeirinhos e moradores da periferia de Altamira. Deverão ainda ser ouvidos representantes do Ministério Público do Pará.

[Leia mais...]


domingo, 10 de abril de 2011

Grelina e Leptina, os hormônios da fome e saciedade


Amaranto e suas propriedades funcionais


Amaranto e redução do colesterol; milho capixaba e grãos integrais mais nutritivos [Globo Repórter]


Limão & Linhaça por Conceição Trucom [Programa Sem Censura]